Home Destaques Rosa Weber diz que urnas são confiáveis

Rosa Weber diz que urnas são confiáveis

2821
0

A ministra Rosa Weber, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que as urnas eletrônica são confiáveis, auditáveis e permitem a apuração rápida dos votos dados pelos eleitores aos candidatos.

Rosa Weber deu declaração ao discursar, de forma virtual, em um evento com representantes do Poder Judiciário dos países que integram o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

“O Brasil tem histórico de confiança no uso de tecnologia inovadora para solução de problemas institucionais. Talvez o caso de maior destaque, nesse ponto, se refira ao nosso sistema eleitoral, que substituiu a votação por cédulas de papel – que possibilitava muitas fraudes – por um método informatizado desde 1996, com a implantação do sistema de urnas eletrônicas auditáveis”, declarou Rosa Weber nesta quarta.

"Os votos digitais permitem confiança e velocidade na apuração, de modo a viabilizar a declaração dos resultados no mesmo dia", acrescentou.

Candidato à reeleição e em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, o presidente Jair Bolsonaro (PL) costuma atacar as urnas e o processo eleitoral brasileiro com frequência. Sem jamais ter apresentado quaisquer provas de eventuais irregularidades, Bolsonaro repete acusações já desmentidas por órgãos oficiais.

Recentemente, durante agenda no estado do Rio de Janeiro, Bolsonaro afirmou que respeitará o resultado das urnas. No entanto, no último fim de semana, em viagem a Londres (Inglaterra), voltou a atacar o processo eleitoral brasileiro.

Método com ‘melhor performance’

Ainda no discurso desta quarta, Rosa Weber defendeu as urnas eletrônicas ao afirmar que os equipamentos apresentam “melhor performance” se comparados a outros meios de apuração dos votos.

“Trata-se de feito singular e que apresenta melhor performance quando comparado com quaisquer outros métodos, e cuja credibilidade e legitimidade são evidenciadas pela inexistência de demonstração efetiva de falhas no sistema ao longo dos quase trinta anos de sua aplicação”, declarou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here