Home Esportes Medidas da FIA contra o porpoising dos F1 pode ser ‘problemática’

Medidas da FIA contra o porpoising dos F1 pode ser ‘problemática’

431
0

Antes do GP do Canadá de Fórmula 1, a FIA anunciou medidas para mitigar o fenómeno aerodinâmico dos saltos ostensivos dos monolugares – preocupada com a segurança e também com a saúde física dos pilotos. Como tal, os monolugares vão ser aferidos no que toca aos seus níveis de aceleração vertical, e se os padrões considerados aceitáveis não forem cumpridos terão de existir mudanças para reduzir o porpoising sob pena de desclassificação.

James Allison, diretor técnico da Mercedes – uma das equipas mais prejudicadas pelo fenómeno – disse à Sky Sports F1 que esta solução não é a mais ideal. No seu entender, precisará de uma transparência rigorosa para ser convenientemente aplicada:

– Tenho de dizer que a abordagem geral de dizer «Vamos aparecer com uma métrica e depois se não cumprires vamos impor-te certas mudanças» é um caminho complicado. No mínimo, se esse fosse o caminho a seguir, então a métrica que é derivada precisaria de ser comunicada de forma muito transparente, os dados nos quais é baseada disponíveis de forma muito transparente e a métrica de todos ser visível por todos ao vivo e continuamente’.

Para Allison, essa transparência é fundamental para uma solução que considera problemática: ‘Esse seria um pré-requisito, senão vamos acabar numa situação verdadeiramente horrível em que nos dizem que temos de fazer uma coisa e vemos que outro carro que está a saltar e perguntamos «então e eles?» para nos dizerem «a métrica deles está bem». Isso teria de ser muito claro e aberto e, creio, um caminho problemático a seguir’.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here