Home Esportes Hamilton aprova melhorias da Mercedes e promete vencer em 2023

Hamilton aprova melhorias da Mercedes e promete vencer em 2023

814
0

Num último esforço por resultados na reta final da temporada 2022 da F1, a Mercedes trouxe as atualizações finais do W13, seu carro deste ano, para o GP dos Estados Unidos. E as melhorias ajudaram a impulsionar Lewis Hamilton em mais uma disputa pelo que poderia ser sua primeira vitória do campeonato na corrida deste domingo, que acabou não se concretizando.

  • Gostaria de agradecer muito ao meu time. Todos na fábrica estão trabalhando tão duro, tem sido um ano de tentativa e tanto para todos. Chegamos aqui com atualizações, eles trabalharam demais para fazê-las e realmente foram efetivas, por isso chegamos perto. Estou mesmo muito orgulhoso de todos. Peço desculpas por não conseguir a vitória, eu dei tudo de mim – comentou o heptacampeão, segundo colocado na prova.

Hamilton largou em terceiro lugar na prova no Circuito das Américas e ascendeu à vice-liderança com o abandono de Carlos Sainz. Permaneceu na parte de cima da tabela até assumir a ponta na volta 41, resistindo ao vencedor e bicampeão Max Verstappen até o 51º giro.

  • Quando eu estava liderando, vi que ele estava se aproximando a um segundo por volta e eu não poderia responder a isso. Ele veio lá do fundo, da reta, acho que eles são pelo menos 10 km/h mais rápidos que nós nas retas. E no fim dela, meus retrovisores vibravam tanto que eu não conseguia ver onde ele estava, então foi mais difícil me defender – explicou o heptacampeão.

O heptacampeão conquistou seu sétimo pódio de 2022 na terceira vez em que cruzou a linha de chegada no segundo lugar. E essa não foi a primeira vez que ele e Verstappen, protagonistas do duelo pelo título de 2021, rivalizaram diretamente na busca por uma vitória na atual temporada.

Ambos também se encontraram nas últimas voltas do GP da Holanda em setembro e, novamente, o bicampeão da RBR não teve dificuldades em fazer valer seu excelente momento na F1 e o melhor carro da categoria para superar o adversário.

O heptacampeão conquistou seu sétimo pódio de 2022 na terceira vez em que cruzou a linha de chegada no segundo lugar. E essa não foi a primeira vez que ele e Verstappen, protagonistas do duelo pelo título de 2021, rivalizaram diretamente na busca por uma vitória na atual temporada.

Ambos também se encontraram nas últimas voltas do GP da Holanda em setembro e, novamente, o bicampeão da RBR não teve dificuldades em fazer valer seu excelente momento na F1 e o melhor carro da categoria para superar o adversário.

Hamilton, que tem 103 triunfos no currículo e o recorde exclusivo de ao menos uma vitória nas 16 temporadas que disputou, ainda não subiu no lugar mais alto do pódio nesta temporada.

Diante das limitações de seu carro – do qual já declarou que não sentirá falta em 2023 -, ele foca suas expectativas para o próximo campeonato:

  • Não posso descrever o quanto isso significaria para a equipe, especialmente com tudo que está acontecendo, tudo que aconteceu na última corrida ano passado (GP de Abu Dhabi), à performance do nosso carro, as notícias e o resto. Vencer teria sido um grande triunfo para nós e enormemente recompensador. O que eu posso tirar de bom da corrida é que tínhamos um bom ritmo. Eu ainda estou aqui e, sei que quando construírem o carro (de 2023), eu o levarei ao topo. Só temos que continuar trabalhando.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here