Home Esportes O Brasileirão vem aí: como estão os 20 clubes a um mês...

O Brasileirão vem aí: como estão os 20 clubes a um mês da estreia

463
0

O Campeonato Brasileiro de 2021 está cada vez mais próximo do início. A um mês de a bola rolar no principal torneio de futebol do país, o ge mostra o desempenho, as escalações e os destaques até agora dos 20 clubes que disputarão a Série A.

A CBF ainda não divulgou as datas e os horários da primeira rodada, mas a competição tem início previsto para o dia 29 de maio. Os jogos inciais são os seguintes:

Flamengo x Palmeiras
Corinthians x Atlético-GO
São Paulo x Fluminense
Atlético-MG x Fortaleza
Internacional x Sport
Ceará x Grêmio
Bahia x Santos
Chapecoense x Red Bull Bragantino
Athletico x América-MG
Cuiabá x Juventude
América-MG

Passa por um viés de alta na temporada. Depois de uma sequência de tropeços no Mineiro e uma classificação suada na Copa do Brasil, contra o Ferroviário-CE, o time engrenou e conseguiu duas boas vitórias com atuações convincentes, chegando à semifinal do estadual com vantagem diante do Cruzeiro, por ter sido vice-líder na fase inicial.

Desempenho em 2021: oito vitórias, dois empates e três derrotas.
Time-base: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Anderson, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê e Bruno Nazário; Felipe Azevedo e Rodolfo. Técnico: Lisca.
Destaque até agora: Rodolfo mantém o alto nível apresentado em 2021, quando foi artilheiro da equipe, com 17 gols. Mesmo quando o América-MG passou por dificuldades neste início de temporada, ele correspondeu. Tem cinco gols no Mineiro e chega ao mata-mata brigando pela artilharia.
Athletico
Como acontece desde 2013, o Athletico se divide entre o time de aspirantes e a equipe principal. O elenco “de baixo” disputa o Campeonato Paranaense, comandando por Bruno Lazaroni, enquanto o português António Oliveira é o treinador do “grupo de cima”. No estadual, o Furacão tem seis pontos em cinco jogos e ocupa a sétima posição. Pela Sul-Americana, a equipe tem 100% de aproveitamento no grupo D.

Desempenho em 2021: quatro vitórias e três derrotas. Dos sete jogos, apenas dois foram com time principal.
Time-base: Santos, Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Fernando Canesin e Cittadini; Vitinho, Nikão e Renato Kayzer. Técnico: António Oliveira.
Destaque até agora: o lateral-direito Khellven já tem três assistências na temporada, sendo duas pelo Paranaense e uma na Sul-Americana. O jogador pede passagem no time titular da equipe principal.

Bragantino
O Massa Bruta vem embalado pela ascensão no segundo turno do Brasileirão 2020 e começou bem a temporada 2021. Com a maratona de jogos, o técnico Maurício Barbieri tem feito um rodízio na equipe titular no Paulistão. Mesmo assim, vem obtendo bons resultado. É líder do Grupo C do estadual, venceu nas duas primeiras fases na Copa do Brasil e está na segunda colocação do Grupo G da Copa Sul-Americana.

Desempenho em 2021: nove vitórias, três empates e duas derrotas.
Time-base: Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Raul, Lucas Evangelista e Claudinho; Artur, Helinho e Ytalo.
Destaque até agora: eleito o craque do Brasileirão 2020, Claudinho segue como a principal arma da equipe. Na temporada 2021, o capitão do Massa Bruta marcou dois gols e deu três assistências.
Ceará
O Ceará está na final da Copa do Nordeste e tem quatro pontos na Sul-Americana. Além disso, disputa o Cearense com um time alternativo. Na terceira fase da Copa do Brasil, duela com o arquirrival Fortaleza no mês de junho.

Desempenho em 2021: sete vitórias, cinco empates e uma derrota
Time-base: Richard, Gabriel Dias, Luiz Otávio, Messias e Bruno Pacheco; Willian Oliveira e Charles; Vina, Lima, Felipe Vizeu, Steven. Técnico: Guto Ferreira.
Destaque até agora: o colombiano Steven Mendoza marcou três gols em nove jogos e tem uma importância cada vez maior no grupo de Guto Ferreira.
Corinthians
Apesar de ter apenas uma derrota, o Corinthians não está em paz neste início de temporada. O desempenho dentro de campo ainda não empolgou e, para piorar, já acarretou em protestos da torcida no CT Joaquim Grava. Sem dinheiro para fazer grandes contratações, o Timão ainda não contratou e aposta nos garotos vindos da base.

Desempenho em 2021: sete vitórias, cinco empates e uma derrota.
Time-base: Cássio, Fagner, Gil, Bruno Méndez e Fábio Santos; Xavier, Gabriel, Camacho (Otero) e Luan; Léo Natel e Jô. Técnico: Vagner Mancini.
Destaque até agora: Fagner continua sendo a grande referência da equipe. Dá segurança à defesa e se transforma em uma grande arma no ataque.
Palmeiras
Depois de um início com cobranças pelas derrotas nos pênaltis na Supercopa e Recopa Sul-Americana, o Palmeiras vem de sua principal partida na temporada: a goleada por 5 a 0 sobre o Independiente Del Valle, pela Copa Libertadores. Por conta do calendário, o técnico Abel Ferreira tem poupado os titulares no Paulistão e corre o risco de não avançar às quartas do estadual. O foco no momento, porém, segue na defesa do título continental – o time lidera o grupo A, com 100% de aproveitamento após duas rodadas.

Desempenho em 2021: seis vitórias, quatro empates e três derrotas
Time-base: Weverton, Luan, Gustavo Gómez e Alan Empereur; Marcos Rocha, Danilo, Patrick de Paula, Raphael Veiga e Viña; Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.
Destaque até agora: craque do título da Copa do Brasil, o meia Raphael Veiga começou a temporada como o artilheiro do Palmeiras, com quatro gols. É um dos principais jogadores desde a chegada de Abel Ferreira.Santos
O Santos vive um início de temporada bastante turbulento. Depois da venda de Soteldo para o Toronto, o Peixe perdeu o técnico argentino Ariel Holan, que pediu demissão. O time estreou com derrota em casa na Libertadores, também perdeu para o Boca Juniors na segunda rodada e ainda corre risco de ser eliminado na fase de grupos do Paulistão. Por outro lado, agora está livre da punição da Fifa e tenta contratar novos jogadores.

Desempenho em 2021: quatro vitórias, cinco empates e seis derrotas.
Time-base: João Paulo, Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Vinicius Balieiro e Gabriel Pirani; Marinho, Marcos Leonardo e Lucas Braga.
Destaque até agora: aos 16 anos, Ângelo fez o primeiro gol como profissional e começa a ganhar espaço. Com a dificuldade do clube em contratar jogador, a tendência é de que ele tenha ainda mais oportunidades ao longo do ano.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here