Home Destaques Empresas de telecomunicação lideram reclamações de consumidores

Empresas de telecomunicação lideram reclamações de consumidores

1115
0

As empresas de telecomunicações lideraram as reclamações de consumidores em 2019. Os dados foram divulgados pela Secretaria Nacional do Consumidor.
As operadoras de telefonia foram líderes no sistema consumidor.gov.br, com 36,9% da reclamações, e do Sindec, que reúne informações dos Procons de todo o país, com 25,6%. As empresas também lideraram as reclamações em 2018.
Na sequência de reclamações estão os bancos, financeiras e administradora de cartões e o comércio eletrônico.
Atendimento online
O consumidor.gov.br é um serviço de intermediação entre o consumidor e a empresa. Pelo site, o usuário verifica se a empresa está cadastrada, registra sua reclamação e, a partir daí, começa a interação entre o consumidor e a empresa. Ao fim, o usuário registra se o problema foi resolvido ou não.
O sistema conta com 635 empresas cadastradas (131 em 2019) e 1.8 milhão de usuários (mais de 500 mil em 2019).
A plataforma recebeu 780.179 reclamações em 2019. A taxa de solução de conflitos foi de 81%.
Setores mais reclamados em 2019:
operadoras de telecomunicações: 36,9%
bancos, financeiras e administradoras de cartão: 24,3%
comércio eletrônico: 8,2%
banco de dados e cadastro de consumidores: 6,5%
companhias aéreas: 6,1%
Principais problemas apresentados:
cobrança/contestação: 43,1%
contrato/oferta: 18,7%
vício de qualidade: 14,0%
atendimento/SAC: 11,9%
informação: 7,5%
entrega do produto: 4,2%
saúde e segurança: 0,5%
Procon
O Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) reúne dados dos Procons dos 26 estados do país, do Distrito Federal e de 598 municípios.
No ano passado, o sistema registrou 2.598.042 atendimentos. A taxa de solução de problemas foi de 79,1%.
Setores mais reclamados em 2019:
operadoras de telecomunicações: 25,6%
serviços financeiros: 21,9%
varejo/comércio eletrônico: 8,3%
energia elétrica: 6,0%
saúde suplementar: 1,3%
Principais problemas apresentados:
problema com cobrança: 42%
problema com contrato: 16,2%
vício ou má qualidade do produto: 11,5%
problemas com SAC: 11,2%
problemas diversos com produtos e serviços: 4,8%
problemas na entrega: 4,7%
risco à saúde / acidente de consumo: 0,8%
Segundo o balanço, das cinco empresas com mais demandas nos Procons, quatro prestam serviços de telecomunicação.
Empresas mais demandadas no Procon:
1º Oi – 166.130 reclamações
2º Vivo – 155.715
3º Tim – 127.958
4º Claro/Net – 125.359
5º Bradesco – 91.017

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here