Home Destaques Conselheiro e amigo de Bolsonaro relata que havia rachadinha nos gabinetes da...

Conselheiro e amigo de Bolsonaro relata que havia rachadinha nos gabinetes da família

491
0

Amigo e conselheiro de Jair Bolsonaro (PL), Waldyr Ferraz afirmou em reportagem publicada pela revista “Veja” que houve rachadinha no gabinete do presidente quando ele foi deputado federal. De acordo com Waldyr, a prática ocorreu também nos gabinetes dos filhos do presidente Flávio Bolsonaro (PL-RJ), quando ele era deputado estadual, e Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), vereador.

Ferraz foi assessor de Bolsonaro na campanha presidencial de 2018. Aposentado da Marinha, é um dos amigos mais próximos do presidente.

Segundo Ferraz, quem comandava a rachadinha era a ex-mulher de Bolsonaro Ana Cristina Valle. Ferraz afirma que Jair Bolsonaro não sabia da prática e que só teve conhecimento das rachadinhas em novembro de 2018, depois de ter sido eleito presidente.

Os citados por Waldyr negam que tenha havido rachadinha .
Bolsonaro foi deputado federal de 1990 a 2018. A relação dele com Ana Cristina durou do final da década de 1990 até 2007. Ela é mãe de Jair Renan, o filho 04 de Bolsonaro.

A rachadinha ocorre quando o gabinete de um parlamentar contrata alguém com a condição de que vai ficar com parte do salário da pessoa. Muitas vezes, se trata de um funcionário fantasma, que nem vai ao gabinete. A prática é ilegal. Ao longo dos três anos do mandato, Bolsonaro tem enfrentado denúncias de rachadinha na família.

À Veja, Ferraz detalhou como funcionava a rachadinha nos gabinetes da família. Ele disse que Ana Cristina contratava pessoas dispostas a devolver parte do dinheiro. Ela recolhia os documentos, abria contas bancárias em nome dos funcionários e ficava com parte dos salários

"Ela fez nos três gabinetes. Em Brasília (na Câmara dos Deputados), aqui no Flávio (na Assembleia Legislativa do Rio) e no Carlos. O Bolsonaro deixou tudo na mão dela para ela resolver. Ela fez a festa. É isso. Ela que fazia, mas quem é que assinava? Quem assinava era ele. Ele vai dizer que não sabe? É batom na cueca. Como é que você vai explicar? Ele está administrando. Não tem muito o que fazer", relatou o amigo do presidente à revista.

Ele ressaltou que Bolsonaro não sabia de nada e que, nesse episódio, foi “traído” pela ex-esposa.

“Ele, quando soube, ficou desesperado, era uma fria. O cara foi traído. Ela começou tudo. Bolsonaro nunca esteve ligado em nada dessas coisas. O cara tinha visão do que estava acontecendo por trás no gabinete. Às vezes o chefe de gabinete faz m…, o próprio deputado não sabe. Mesmo o deputado vagabundo não sabe, só vem a saber depois”, contou o amigo do presidente.

Ferraz também disse, segundo a revista, que Ana Cristina chantageia Bolsonaro e chega a, algumas vezes, aparecer ao lado de apoiadores no cercadinho na porta do Palácio da Alvorada, onde quase todos os dias o presidente para para falar com simpatizantes.

“Ela é muito perigosa. É uma mulher que quer dinheiro a todo custo. Às vezes, ela vai ao cercadinho, frequenta o cercadinho. É uma forma de chantagem. A gente nem toca nesse assunto pra não deixar o cara [Bolsonaro] de cabeça quente”, revelou Ferraz.
a defesa de Ana Cristina Valle chamou a denúncia de “fantasiosa” e disse que Ferraz, em suas redes sociais, disse que nunca teve conhecimento de rachadinha nos gabinetes da família Bolsonaro.

“A defesa de Ana Cristina Siqueira Valle vem a público externar seu repúdio à matéria da Veja intitulada ‘Ex-assessor de Bolsonaro confirma rachadinha na família do presidente’. A narrativa que se apresenta é absolutamente fantasiosa não se sustentando de nenhuma maneira. Ademais, o próprio senhor Waldyr Ferraz declarou em suas redes sociais que nunca teve conhecimento sobre a prática de rachadinha em qualquer gabinete dos Bolsonaros”, escreveu a defesa.

À Veja, a ex-mulher do presidente disse negou que chantageie Bolsonaro e que tenha comandando esquemas de rachadinha. Ela disse também que as acusações partem de inimigos que querem atingir Flávio e Carlos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here