Home Destaques PF deve intimar Do Val e Silveira para depor no inquérito do...

PF deve intimar Do Val e Silveira para depor no inquérito do golpe

4102
0

O senador Randolfe Rodrigues (Sem Partido-AP), líder do governo no Congresso, contestou , em entrevista , uma versão apresentada pelo senador Esperidião Amin (PP-SC) de que a Polícia Militar do Distrito Federal não teria obrigação de proteger a Praça dos Três Poderes no dia 8 de janeiro, data dos ataques golpistas. De acordo com a legislação, é obrigação da corporação fazer esse trabalho.

“A lógica mental da tese que está sendo apresentada é curiosa. É como se o responsável por ter roído o queijo não fosse o rato e, sim, o dono do queijo que o deixou na cozinha. Por essa tese pirotécnica, no mínimo, as ratoeiras teriam que ser abolidas”, disse o senador.

https://3229b3dcfc501f94828f29eb96fcb4b7.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html Segundo ele, será papel da CPI dos Atos Golpistas provocar um “enfrentamento entre fatos e verdades que são criadas”.

“Não é possível que tentem transformar os ratos que comeram o queijo em vítimas. Os ratos que comeram o queijo devem ser destinados à ratoeira”, continua Randolfe.

Questionado sobre a falha na segurança interna do Palácio do Planalto, Randolfe Rodrigues explica que o dia 8 de janeiro foi o “culminar de um processo golpista” que teve a participação de militares e até do ajudante de ordens do ex-presidente, coronel Mauro Cid.

Governo vê ‘prego no caixão’

O Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT-SP) , repercutiu nesta sexta-feira a operação contra o senador Marcos do Val e o relatório da PF que encontrou um plano de golpe de estado no celular de Mauro Cid.

“As duas revelações do dia de ontem, tanto da operação da PF em cima do senador e a descoberta de um plano detalhado que ficava ali com ajudante de ordens do Bolsonaro, na minha opinião, isso é o prego final do caixão daqueles que tentavam sustentar que bolsonarismo era vítima do golpe quando a verdadeira vítima era democracia”, diz Padilha.Padilha: Democracia era vítima de golpe

https://3229b3dcfc501f94828f29eb96fcb4b7.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html Segundo o ministro, a CPI vai reforçar a existência de uma organização criminosa dentro do governo Bolsonaro e que “preparava um atentado contra a democracia desde depois das eleições e resultados das eleições”.

Operação contra Marcos do Val

A CPI dos Atos Golpistas ganhou um novo capítulo após o senador Marcos do Val (Podemos-ES) virar alvo de busca e apreensão em operação autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribula Federal. Com isso, o vice-líder do governo na Câmara, deputado Rogério Correia (PT-MGDo Val é investigado por obstruir investigações sobre os atos golpistas do 8 de janeiro, quando foram depredadas as sedes do Supremo Tribunal Federal (STF), do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional.

Presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT) endossou a opinião de Correia e afirmou que o senador tem que “ser tirado de lá, já”.

Os regimentos do Congresso e do Senado não preveem a impossibilidade de um parlamentar participar de uma comissão, cujo objeto de investigação é o mesmo pelo qual um parlamentar é investigado.

Situação semelhante é enfrentada pelo deputado federal André Fernandes (PL-CE), investigado pelo STF por ter incitado os atos.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here